Artigos, Notícias

Ministério Público de SP manda suspender as devocionais de Hernandes Dias Lopes

“Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.” Atos 5.29

Muray Rothebard em seu celebre livro ‘’Anatomia do Estado explica o que o Estado é e o que ele não é. Ele demonstra como o Estado nada mais é do que uma instituição que muitas vezes viola aquilo que consideramos honesto e moral, agindo sob uma falsa aura de bondade e preocupação com o cidadão. Ele diz: O Estado pode predatoriamente devastar a liberdade, destruir a civilização, ameaçar a vida, a propriedade privada, e o bem-estar social das pessoas’’. Sim, estamos vivendo no Brasil uma relação perigosa entre o Estado e o politicamente correto. Uma espécie de ditadura sem rosto.

São muitos os casos em que o Ministério Público de vários Estados tem perseguido sistematicamente a religião cristã em pró das agendas governadas pelas minorias. Sabemos que o Estado se pronuncia laico e garante a todos o direito a liberdade de culto e de expressar livremente posições religiosas. No entanto não é o que está acontecendo.

Ministério Público do Trabalho de São Paulo mandou nesta sexta-feira (22) a rede Hirota Food Supermercados suspender a distribuição de ‘’cartilha que condena gays, o aborto e o sexo antes ou fora do casamento’’. O órgão informa que tomará medidas judiciais caso a empresa descumpra o pedido.
A Promotoria considerou “discriminatório” o conteúdo da ‘’cartilha “Cada Dia Especial Família de 2017. A notificação enviada pelo MP ao supermercado também exige que as ‘’cartilhas’’ já distribuídas sejam retiradas de circulação e que a empresa deixe de produzir conteúdo desse tipo e o divulgar em suas lojas, site ou redes sociais.

O que está bem claro é que foi uma denuncia com teor sofista que distorce o sentido da devocional para uma cartilha que o MP chama de cartilha discriminatória. Parece um ataque de grupos ativistas pró movimento LGBS. É preciso buscar essas informações e sabe quem de fato foi o denunciante.

Em nota o Rev. Hernandes Dias Lopes rebate a polêmica:


Em nota a ANAJURE sai em defesa da liberdade cristã e da devocional de Henandes Dias Lopes:


Esse tipo de perseguição do Estado deve ser combatido com força. Não somente usar os meios de comunicações, mas também será preciso ações judiciais que possam garantir o direito de se expressar religiosamente. Se a cristandade ficar na inércia, o futuro será os guetos. Não podemos admitir este acinte.

A G1 publicou o caso, mas os comentários dos seus leitores revelam o estado que se Encontra o Estado.


Repudiamos quaisquer restrições as liberdades religiosas neste país como garante nossa constituição:

Constituição Federal de 1988

”Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

VI – e inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;”

Sola Scriptura

Heuring Felix Motta
Colunista da Revista Visão Cristã

Referências

1-https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/mp-manda-supermercado-de-sp-suspender-cartilha-que-condena-gays-aborto-e-sexo-fora-do-casamento.ghtml
2- Anajure
3-https://www.facebook.com/hernandes.diaslopes.7

Fonte: Visão Cristã

Author


Avatar