Good Contents Are Everywhere, But Here, We Deliver The Best of The Best.Please Hold on!
Avenida Constelação, 1175 - Jardim Brasilia, Uberlândia - MG, 38401-410 (34) 3215-4056
Dinâmicas Temáticas

Entendendo a Bíblia de outras formas

Unidade

Construindo a unidade Materiais necessários: pacotes de canudos de acordo com o tamanho de sua Célula. Divida o grupo em times de 4 membros. Dê a cada time um pacote de canudos (cerca de 100 unidades). Desafie cada time a construir a mais alta e mais forte casa de canudos que eles puderem em apenas 5 minutos. Assim que terminar o tempo, julgue qual casa é a vencedora. Após a eleição, junte o grupo todo e discuta alguns pontos da dinâmica. – O que contribuiu para construir a casa? – Qual é a parte mais frustrante da atividade? – Quais são as qualidades necessárias para se construir o Corpo de Cristo? – Como cada pessoa pode contribuir para fazer uma igreja mais forte? O grupo? Referência bíblica: Efésios 2.20-21

Pecado e arrependimento

O Cego Materiais necessários:  papel, caneta e um pedaço de tecido para vedar os olhos. 1 – Escreva na folha de papel: “É pecado ficar em pé enquanto todos estão sentados”. Não deixe que ninguém veja essa frase antes da dinâmica começar; 2 – Peça que todos fiquem sentados e escolha uma pessoa para participar da dinâmica. Cubra os olhos dessa pessoa e peça que ela fique em pé; 3 – Sente-se e mostre a frase para todas as pessoas presente, peça que ninguém leia a frase em voz alta. 4 – Pergunte para a pessoa que está em pé e com os olhos vedados se ela está cometendo algum pecado naquele momento. Naturalmente a pessoa dirá que “não”, pois não está vendo a frase que está escrita no papel. Pergunte mais vezes e insista. 5 – Peça para a pessoa retirar a veda e ler a frase, diga que o que está escrito é só um exemplo. Fale para ela: “Já que você agora sabe que está cometendo um pecado o que você irá fazer? – Naturalmente a pessoa irá se sentar! Explicação: quando cobrimos os olhos da pessoa representamos todos que cometem pecados, mas não têm o conhecimento de que está pecando. A partir do momento que a pessoa toma conhecimento da Palavra e reconhece seus pecados, ela precisa tomar uma decisão: continuar pecando ou se arrepender e deixar de pecar. O Ato de a pessoa sentar após ler a frase representa o ato de arrependimento.

Dinâmica de liderança

Pedir aos participantes que saiam da sala (oferecer café ou criar artifício para que todos saiam da sala).

 

Revirar a sala, jogando papéis no chão, espalhando revistas, cadernos cadeiras, etc.

 

Assim que as pessoas voltarem para a sala e perguntarem o que aconteceu, dizer que é cego, surdo e mudo, e que eles devem fazer o que quiserem.

 

A partir daí, o participante que tiver maior iniciativa e começar a arrumar a sala é aquele que lidera o grupo, e o que só fica olhando geralmente é o que espera as coisas acontecerem

Caminhando entre obstáculos

Material necessário: garrafas, latas, cadeiras ou qualquer outro objeto que sirva de  obstáculo, e lenços que sirvam como vendas para os olhos.

 

Desenvolvimento: Os obstáculos devem ser distribuídos pela sala. As pessoas devem caminhar lentamente entre os obstáculos sem a venda, com a finalidade de gravar o local em que eles se encontram. As pessoas deverão colocar as vendas nos olhos de forma que não consigam ver e permanecer paradas até que lhes seja dado um sinal para iniciar a caminhada. O professor com auxilio de uma ou duas pessoas, imediatamente e sem barulho, tirarão todos os obstáculos da sala. O professor insistirá em que o grupo tenha bastante cuidado, em seguida pedirá para que caminhem mais rápido. Após um tempo o professor pedirá para que todos tirem as vendas, observando que não existem mais obstáculos.

 

Compartilhar: Discutir sobre as dificuldades e obstáculos que encontramos no mundo, ressaltando, porém que não devemos temer.

Caiu em mim

Objetivo: Esta dinâmica pode ser considerada um exercício de integração, no entanto, é mais adequada para grupos que já se conhecem, objetivando o laser e a descontração.

 

Procedimentos:

 

  1. Orientar para que todos fiquem assentados em círculo;
  2. Distribuir papeletas e lápis para cada participante;
  3. Cada pessoa escreverá na sua papeleta alguma coisa que o vizinho da direita realizasse. Pode ser qualquer coisa: imitar alguém, cantar uma música, imitar um animal, etc;
  4. Deverão assinar o nome nas papeletas
  5. O facilitador recolhe todas as papeletas;
  6. Após recolher as papeletas, dá o mote: “Aquilo que você quiser para si não deve desejar para os outros… Portanto, o que você escreveu na sua papeleta, quem vai executar é você!
  7. Iniciar por voluntários, até que todos tenham concluído.